videolaparoscopia

Videolaparoscopia: o que é e quando é indicada

A videolaparoscopia é uma técnica que realmente revolucionou a Medicina: multifuncional, ela pode ser usada para fins diagnósticos ou terapêuticos, podendo ser aplicada na detecção e tratamento de diversas enfermidades. A cirurgia videolaparoscópica é realizada a partir de pequenas incisões pelas quais os instrumentos cirúrgicos são introduzidos, incluindo a microcâmera que permitirá a visualização da região a ser operada. Por ser um procedimento minimamente invasivo, é mais rápido e seguro. Além de reduzir o tempo de cirurgia, a técnica também diminui a dor pós-operatória e o risco de complicações, além de agilizar o retorno do paciente às atividades normais. Continue a leitura para saber mais sobre esse tipo de operação e quando ela é indicada.

O que é videolaparoscopia, afinal?

A videolaparoscopia é um procedimento que pode servir tanto como exame quanto como cirurgia exploratória. Trata-se de uma técnica pouco invasiva que consiste na realização de pequenos furos por onde passarão uma endocâmera e os demais itens necessários para visualizar a área e criar o espaço necessário para fazer as devidas manobras cirúrgicas.

Quais são as indicações de videolaparoscopia?

A videolaparoscopia é indicada para fins variados, como por exemplo:
  • Tratamento de patologias urinárias – a exemplo podemos citar a nefrectomia e prostatectomia para tratamento de câncer de rim e próstata, respectivamente.
  • Retirada do apêndice – A cirurgia videolaparoscópica é indicada para quadros de apendicite, isto é, apêndice inflamado. A condição causa dor abdominal aguda e, se não for devidamente tratada, pode colocar a vida do paciente em risco caso o apêndice se rompa.
  • Remoção da vesícula – A videolaparoscopia é indicada também para a realização de colecistectomia, procedimento focado na remoção da vesícula impactada por cálculos biliares ou inflamação severa.
  • Extirpação de tumores – No tratamento de diversos tipos de câncer, a videolaparoscopia pode ser bastante útil. O procedimento é recomendado, por exemplo, para retirar tumores e pólipos no cólon.
  • Cirurgia bariátrica – Atualmente a videolaparoscopia também é indicada para a realização da gastroplastia. Como se trata de uma operação de grande porte, capaz de impactar fortemente a vida do paciente que se submete a ela, a técnica entra em cena como uma alternativa cirúrgica que oferece menor risco e maior conforto pós-operatório.
  • Realização de biópsia – O procedimento serve também para fazer biópsia em diferentes órgãos com suspeita de acometimento. A biópsia do fígado, por exemplo, pode ser transvenosa ou videolaparoscopica.
  • Outras indicações – A videolaparoscopia é muito abrangente, desse modo, pode ser indicada para para a retirada do baço, tratamento de hérnias abdominais, cirurgia ginecológica como a histerectomia (remoção do útero), entre outros.
Vale destacar que pessoas de ambos o sexos, faixas etárias variadas e com diferentes condições de saúde podem receber a indicação médica de realização de videolaparoscopia, entretanto, já no bloco cirúrgico, a depender do quadro, pode ser necessário converter a técnica para cirurgia aberta, a fim de alcançar um melhor resultado no tratamento. Nesse caso, o corte será maior, o trauma e a dor local tendem a ser maiores, assim como o tempo de recuperação. Quer saber mais? Clique no banner!
Urologista em São José dos CamposPowered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp